Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Mine»?

Se é pequena...

 

      «Mas também há um Santo António com um fogareiro, um vendedor de “mines”, um pescador e uma bóia» («Venceram as sardinhas das mines e dos fogareiros», Ana Fernandes, Público, 6.05.2015, p. 17).

      A grande dúvida sempre é se devem envolver as palavras com aspas assépticas. Neste caso, pelo sim, pelo não, embrulham uma e deixam a outra nua. Em Lobo Antunes (ALA), há «minis», mas temo-las com outras roupagens: «Que estava bem, apressaram-se a dizer Álvaro e Jorge, uma míni bebiam com ele. Que viesse a míni, a malta bebia, ajuntou Luís. E Zé também não tinha nada contra. Raul queria pagar uma cerveja, nem que fosse uma míni, uma pequena» (Em Sagres, Armando Martins. Póvoa de Santo Adrião: Europress, 2006, p. 111).

 

[Texto 5822]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.