«Naruega»?

Crioulo?

 

      «Vendo-o preso, aproximei-me afoito: ele é daqueles que não entendem crioulo, perguntei, ouvi-a falar uma língua esquisita. Mistura de crioulo e naruega, respondeu, estava a incentivá-lo, desde há três dias que chegamos que ele não consegue obrar, coitado, chegou aqui e ficou com prisão de ventre, embora eu tivesse tido o cuidado de lhe trazer a comidinha a que está habituado. [...] E então ela compreendeu o drama da prisão de ventre: lá na Noruega o bicho estava habituado não só a tomar banho na banheira como a fazer as suas necessidades num parque relvado. E sem dúvida que ficou traumatizado ao ver que aqui só há chão de terra batida, e ainda por cima acastanhado» («Animais de hábitos», Germano Almeida, Diário de Notícias, 12.08.2018, 6h07).

      Será a palavra em crioulo para «norueguês»? Sabe Deus. Dado o contexto, parece que sim. A palavra «naruega» é usada, de forma muito delimitada, no Brasil, tanto para designar (e então com maiúscula, é óbvio) o país europeu como sinónimo de «nevoeiro». Talvez Paulo Araujo possa trazer alguma achega sobre esta curiosidade lexical.

 

[Texto 9803]

Helder Guégués às 16:00 | favorito
Etiquetas: ,