Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Neopelagianismo e neognosticismo

Era previsível

 

      «Texto do documento da Congregação para a Doutrina da Fé condena tanto o neo-pelagianismo como o neo-gnosticismo, ou seja, as ideias de que a pessoa se pode salvar a si mesma» («Vaticano publica documento sobre salvação, face às confusões deste tempo», Aura Miguel, Rádio Renascença, 1.03.2018, 13h10).

      Eu nem queria que fossem para os dicionários — se pelo menos os jornalistas, pessoas que lidam todos os dias com a língua escrita, não errassem nisto. Assim, tem de ser: neopelagianismo e neognosticismo. Uma escapatória, mas que não podem usar comigo, é afirmarem que está assim na carta aos bispos. Pois, mas cada macaco no seu galho. Placet ignorantibus.

 

[Texto 8837]

1 comentário

Comentar post