O bom povo e o MAAT

MAATemático

 

     Em Portugal, o peso da cultura deita pontes abaixo. Impressionante! A Antena 3 estava ontem na inauguração do MAAT e a repórter foi ouvir uma senhora que, coitada, devia ter esperado muito a sua vez de entrar naquele templo. Ela, no entanto, estóica, não se queixou de tal. E que achava do museu? Ah, ela «de electricidade não percebia nada». E não se referia à exposição Pynchon Park... Isto sim é uma distopia. Ah, a propósito, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa não regista «distopia», sem a qual também a criptorquidia (mais fácil: criptorquia) de Hitler não será compreendida por quem não souber do que se trata nem tiver outro dicionário à mão.

 

[Texto 7143]

Helder Guégués às 21:51 | favorito