O incrível mundo do futebol

Fenómeno fisiológico...

 

 

  «O presidente do Sporting, Bruno Carvalho, comparou o futebol português a um “ânus” com duas “nádegas imponentes” de onde sai vento mal cheiroso [sic] ou trampa”, quando questionado pelos jornalistas, em Ponta Delgada, sobre o candidato à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) que terá o apoio do Sporting. “Na gíria popular o futebol português funciona como aquele fenómeno fisiológico conhecido como ânus, onde temos duas nádegas que se enfrentam uma frente à outra, imponentes, não saindo de lá, dizendo uma à outra eu estou aqui e sou melhor que tu. E depois vão fingindo que aquilo não funciona dentro do mesmo esquema”, disse» («Bruno Carvalho escatológico», Expresso Diário, 5.06.2014).

      Como é que se podem dizer tantas parvoíces em duas frases? Bacoreja-me que só está ao alcance de licenciados em Gestão e mestres em Gestão do Desporto de Organizações Desportivas. E os jornalistas ainda pioram o que já está para lá dos limites do tolerável. Com todo o mérito, fica ex aequo com o «bramir do estandarte» de Pedro Lomba.

 

[Texto 4679] 

Helder Guégués às 20:40 | favorito