O uso do artigo definido

A África

 

    «Previa e desejava para a África uma solução semelhante à do Brasil, com as monarquias europeias a emanciparem progressivamente as colónias e a apoiarem a formação de novos estados, num trabalho esforçado e metódico, de mútuo interesse e independência» (O Último Cais, Helena Marques. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 3.ª ed., 1994, p. 11).

    Pelo menos dantes era sempre assim que se via, o nome dos continentes antecedido de artigo definido. Agora vejam este outro caso, da mesma obra: «Indignava-o, por isso, que a Prússia revelasse tão fraca noção dos seus deveres em África e tão aparente ignorância das imensas contrapartidas que a África poderia dar-lhe que até se permitia malbaratar vidas e fazendas contra um país que deveria ser seu aliado na grande aventura africana» (idem, ibidem, p. 11). Aqui, na primeira ocorrência, a autora já não usou o artigo contraído com a preposição, «na África», ou porque não lhe soou bem ou porque o julgou errado. Na segunda ocorrência, voltou a usar o artigo. Correcto seria usá-lo em todos os casos.

 

[Texto 6146]

Helder Guégués às 08:20 | favorito
Etiquetas: ,