Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

O verbo «abster» trucidado

Tubo de ensaio estilhaçado

 

      «Por hoje é tudo. Voltamos amanhã, se eu não me abster de aparecer» («Um outro pós-eleições», Bruno Nogueira, TSF, 8.10.2019). O erro anda no ar... Logo de manhãzinha, os ouvintes da TSF, tumba!, levam logo com um erro crasso em cima. Caro João Quadros, os verbos abster, ater-se, deter, entreter, manter, reter, suster e mais alguns conjugam-se pelo verbo ter: tiver — abstiver. «Se eu não me abstiver.» Não tem de quê. Vá falando (mas com menos erros).

 

[Texto 12 141]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.