Ortografia: «babuche»

Pois acham mal

 

      «O meu director [Francisco Mata] achava que a idade média mental do telespectador era de 10 anos. Como conhecia o meu filho e achava-o um miúdo esperto, desafiou-o para escrever sobre televisão. Assinava Babuch [menino em concani, dialecto goês]» («“Só tenho o retrato de um político na sala, Jonas Savimbi”», Dulce Garcia, Sábado, 16-22.10.2014, p. 56).

      Aqui, vimos outro jornalista, Paulo Pena, do Público, a escrever de outra maneira: babush. Prefiro seguir a lição de Sebastião Dalgado, no seu Glossário Luso-Asiático: babuche.

 

[Texto 5415]

Helder Guégués às 21:44 | comentar | favorito | partilhar