Ortografia: «de mão-cheia»

Volto a lembrar

 

      «Era, além disso, uma cozinheira maravilhosa, uma jardineira de mão cheia, uma mulher que adorava beber o seu copo e se deliciava com uma partida de cartas. A casa de Pinner Hill Road cheirava a assados e a carvão e tinha sempre gente a entrar e a sair: a tia Win, irmã da mãe de Elton, o tio Reg, os seus primos, o homem que cobrava a renda, o senhor da lavandaria, o homem que vinha entregar o carvão» («Sir Elton John e o problema da mobilidade social», António Araújo, Diário de Notícias, 14.12.2019, p. 54).

      Já aqui vimos que se escreve com hífen, de mão-cheia. Na Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, é assim que está grafado. E no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, claro.

 

[Texto 12 481]

Helder Guégués às 09:30 | comentar | favorito
Etiquetas: ,