Ortografia: «extracto/estrato»

Nem no século XXV

 

     «Os bares [dos hospitais] vão igualmente deixar de poder vender águas aromatizadas, bebidas energéticas e bebidas com cola ou estrato de chá, guloseimas tipo rebuçados, caramelos, pastilhas com açúcar, gomas, snacks doces ou salgados, designadamente tiras de milho, batatas fritas e pipocas (doces ou salgadas)» («Bares dos hospitais proibidos de vender doces e salgados», Rádio Renascença, 28.12.2017, 7h32).

   Acho muito bem. O que acho muito mal é os jornalistas continuarem a confundir extracto (ou extrato, vá, e deixem que me persigne) com estrato. La.men.tá.vel.

 

[Texto 8527] 

Helder Guégués às 21:41 | comentar | favorito
Etiquetas: ,