Ortografia: «idiossincrasia»

Não é bem assim

 

      «A língua artificial que resulta do AO90 não é linear, permitindo várias interpretações, dado que está a ser transplantada para Portugal uma cultura (: a brasileira) e uma vertente ortográfica concebida num determinado País (: o Brasil), com as suas especificidades e idiossincracias» («Acordo Ortográfico: nunca é tarde para corrigir um erro», Ivo Miguel Barroso, Público, 26.02.2014, p. 46).

   Desculpe, Ivo Miguel Barroso, mas não é bem assim: já não vai a tempo de corrigir «idiossincracias». Corrijo eu: «idiossincrasias». E os dois pontos a seguir ao parêntese de abertura é de uma grande originalidade.

 

[Texto 4134]

Helder Guégués às 06:49 | favorito
Etiquetas: ,