Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Ortografia: «mãos-largas»

Quase

 

 

      «Se a memória não me falha, e nunca falha, o meu velho comprou a primeira televisão a cores da Rua MFA, a minha rua. Estávamos em 1984. O velhinho monitor a preto-e-branco foi recambiado para a minha avó, e ali ficou até 1996, ano em que ela morreu. Éramos um bocadinho diferentes na altura, não é? Não éramos mãos largas, gastávamos tudo até ao bagulho. […] Não valeu de nada. A macumba caseira à base de um kispo da candonga não foi suficiente para exorcizar a maldição de Bella Guttman e lá perdemos mais uma final europeia, a quinta» («1988: Benfica a preto-e-branco», Henrique Raposo, Expresso Diário, 12.05.2014). Expresso Diário, erro diário. É «mãos-largas». É como mãos largas/mãos-largas; braço direito/braço-direito... E «à base de» é quase português. Quase.

 

[Texto 4545]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.