Ortografia: «meias-palavras»

Nada melhorou

 

      «Sem meias palavras, o filme que agora estreia sob o título
 Vingança ao Anoitecer, retirado das mãos do seu realizador e montado à sua revelia, é um desastre que não se percebe porque chega às salas» («Vingança ao Anoitecer», J. M., «Ípsilon»/Público, 20.03.2015, p. 31).

      Serão já poucos os jornalistas que consultam dicionários: julgam já saber tudo. Ou, pior, estão-se a borrifar para a língua e para os leitores. «São só palavras.» Escreve-se meias-palavras, como também se escreve meias-calças, meias-medidas, meias-partidas... Para quem adoptou, livremente ou forçado, as regras do Acordo Ortográfico de 1990, é exactamente igual. E o verbo estrear não é reflexo quando significa fazer alguma coisa pela primeira vez? É.

 

[Texto 5674]

Helder Guégués às 14:33 | comentar | favorito
Etiquetas: ,