Particípio passado de «ouvir»

Não mata, mas mói

 

      Foi hoje divulgado um inquérito, realizado pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), que revela que quase um quarto dos Portugueses tem dificuldades em ouvir, até os que usam prótese auditiva. Ah, mas eu ouvi, também hoje, aquela criaturinha, professora de Português, usar a forma verbal errada «ouvisto»: «Nunca tinha ouvisto este som», disse a criaturinha. Senti uma guinada no estômago — mas era a terceira vez que lhe ouvia a enormidade, doeu menos. A gente habitua-se a tudo. Numa das outras vezes, chamei-lhe a atenção, mas desmentiu-me, indignada. Tenho de me precaver... Não é nada de novo: já, pelo menos, desde Madureira Feijó que andamos a alertar os descuidados: o único particípio pretérito do verbo «ouvir» é ouvido. Parece que estão a juntar o particípio de «ver» (visto) com o de «ouvir» (ouvido). Professora de Português, Dia Internacional da Mulher...

 

[Texto 8886]

Helder Guégués às 22:58 | comentar | favorito
Etiquetas: ,