«Passer quelqu’un à tabac»

Ou há duas semelhantes?

 

 

      Muito interessante a expressão francesa passer quelqu’un à tabac. O que é errado é pensar-se que este tabac é a planta que Jean Nicot, embaixador da França em Portugal, deu a conhecer a Catarina de Médicis. Pelo sentido, está mais próximo de passer au fil de l’épée (passar pelo fio da espada, como se lê, por exemplo, na tradução da Bíblia do P.e António Pereira de Figueiredo; estranhamente, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora apenas regista «passar à espada»). Sovar, espancar.

 

[Texto 4804]

Helder Guégués às 12:24 | favorito