Pensar bem

Escrever melhor

 

 

      «Através do controlo que exercia sobre boa parte dos jornalistas e dos trabalhadores manuais (ex.: tipógrafos), o PCP dominou a imprensa nacionalizada. […] É por isso que não lidava bem com o pluralismo, aliás, aquela bela e arrumada cabeça via a palavra “pluralismo” como um sinónimo de “divisionismo”; uma opinião diferente não era uma opinião diferente, era uma manobra “divisionista” que colocava em causa a unidade revolucionária controlada pelo PCP. […] Liderados pela retórica inflamada de Saramago, o plenário dos trabalhadores saneou 22 desses jornalistas» («Quando Saramago foi um ditador», Henrique Raposo, Expresso Diário, 9.05.2014).

     Absorveu todos os modismos, do mais inócuo ao mais deletério, que por aí andam. É isso: pensa bem, agora só falta escrever melhor.

 

[Texto 4526]

Helder Guégués às 18:26 | favorito