«Percurso precursor»!

Infeliz escolha de palavras

 

 

   «O lendário editor francês Jean-Jacques Pauvert, conhecido por ter publicado obras
 de referência da literatura erótica que lhe valeram tanto a popularidade como
 o acumular de processos judiciais e de polémica, morreu anteontem, aos 88 anos. Estava internado num hospital de Toulon, depois de ter sofrido em Agosto mais um acidente vascular cerebral. A ministra francesa da Cultura [sic], Fleur Pellerin, recordou o
 seu percurso “precursor e transgressor” na luta contra a censura e o seu contributo para a “liberalização dos costumes”. Com apenas 21 anos, Pauvert foi o primeiro a publicar na íntegra, entre 1945 e 1949, a obra do Marquês de Sade, o que lhe renderia um julgamento de sete anos e um início de carreira conturbado» («Morreu Jean-Jacques Pauvert, o editor da obra de Sade», Público, 29.09.2014, p. 28).

 

[Texto 5098]

Helder Guégués às 11:30 | favorito
Etiquetas: ,