Planeta, asteróide, planeta-anão...

E isto não fica por aqui

 

    «“Desde a sua descoberta em 1801, Ceres foi primeiro chamado planeta, depois asteróide e, mais tarde, planeta-anão”, disse Marc Rayman, director da missão, do Laboratório de Propulsão a Jacto (JPL), da NASA. “Agora, depois de uma viagem de 4900 milhões de quilómetros e 7,5 anos, a Dawn chama-lhe lar”, enfatizou, num comunicado da NASA» («Sonda Dawn já está em órbita de Ceres», Nicolau Ferreira, Público, 7.03.2015, p. 25).

 

[Texto 5639]

Helder Guégués às 12:44 | comentar | favorito
Etiquetas: