Plural de «corrimão»

Plural duplo

 

      «Mas a cidade não conta o seu passado, contém-no como as linhas da mão, escrito nas esquinas das ruas, nas grades das janelas, nos corrimões das escadas, nas antenas dos para-raios, nos postes das bandeiras, cada segmento marcado por sua vez de arranhões, riscos, cortes e entalhes» (As Cidades Invisíveis, Italo Calvino. Tradução de José Colaço Barreiros. Alfragide: Publicações Dom Quixote, 3.ª ed., 2016, p. 19).

      É uma das muitas provas de que a língua não é o que devia ser, mas o que é. Em rigor, o plural de corrimão devia ser apenas corrimãos, mas, a par deste, foi ganhando direitos corrimões. Curiosamente, a palavra usada por Calvino, scorrimano, também não parece ser a mais escorreita em italiano. Boa escolha, a do tradutor...

 

[Texto 9955]

Helder Guégués às 19:57 | favorito
Etiquetas: ,