Plural de «notitia criminis»

Só falta de latim?

 

      Se no original se lê que «toda notitia criminis se debe canalizar a través del Ministerio Público», na tradução não pode estar (mas está, garanto) «todas as notitia criminis devem passar pelo Ministério Público». O itálico não assinala ali que se trata de uma expressão latina? Então, temos de respeitar as regras desta língua. Será «todas as notitiae criminis». Isto traz-me à mente, era inevitável, o plural da expressão latina persona non grata, de que já tratei mais de uma vez. Raramente acertam.

 

[Texto 4113]

Helder Guégués às 13:53 | comentar | favorito
Etiquetas: ,