Plural de «pirex»

Dantes, em Badajoz

 

      «E então quando, pelo meio das cenas, ainda aparece uma mulher nua a gabar as virtudes de um creme contra a celulite, ou um mordomo a limpar pirexes com um algodão que nunca se engana — tudo piora» (Caderno de Agosto, Alice Vieira. Lisboa: Editorial Caminho, 2006, 4.ª ed., p. 63).

    Há, bem no sei  (homenagem a Garrett), gramáticas, prontuários e dicionários que ensinam que é invariável, mas na oralidade, no seu uso comum, é sempre assim: pirexes.

 

[Texto 5769]

Helder Guégués às 16:23 | favorito
Etiquetas: ,