Plural dos apelidos, mais uma vez

É só contar

 

      «Balsemão abdicam de 71 mil euros», titula hoje o Correio da Manhã. O que estará errado, o sujeito ou a pessoa verbal? Vamos à notícia: «O ‘chairman’ da Impresa (dona da SIC), Francisco Pinto Balsemão, e o presidente executivo, Francisco Pedro Balsemão, renunciaram ontem em assembleia-geral ao recebimento de bónus referentes ao ano de 2019, no total de 71 400 euros» (Correio da Manhã, 23.06.2020, p. 40). Vejamos se ainda sei fazer contas: Balsemão + Balsemão = Balsemãos. Não há dúvida: dois ou dois mil, é Balsemãos. Os apelidos têm, evidentemente, plural.

 

[Texto 13 605]

Helder Guégués às 13:00 | favorito
Etiquetas: ,