Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Ponte aérea/ligação aérea»

Não é a guerra

 

      «Ponte aérea: TAP quer 1 milhão de passageiros em 2017» (TSF, 27.03.2017, 9h09). «Porto garante que sucesso da ligação aérea a Lisboa prejudica a região» (Rádio Renascença, 27.03.2017, 12h03).

      Para o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, e a definição não difere muito noutros dicionários, ponte aérea é a «ligação por avião contínua entre dois pontos, estabelecida sobretudo em caso de guerra ou de calamidades», o que corresponderá ao inglês airlift. No entanto, como se vê no título da notícia da TSF, agora, provavelmente por ignorância, usa-se a expressão noutro sentido — de ligação aérea (que, em inglês, é air shuttle), como está no título da notícia da Rádio Renascença. Ponte aérea foi, por exemplo, a que a TAP fez em 1975, trazendo de Angola, ao longo de 84 dias, cerca de 300 mil pessoas.

 

[Texto 7633]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.