«Porque», advérbio interrogativo

É bom lembrar

 

      A meritória oposição do jornal Público ao Acordo Ortográfico de 1990 não nos deve nunca levar a esquecer ou perdoar os erros que desde sempre se viram neste jornal. Um desses erros é a grafia errada do advérbio interrogativo porque, que meteram na cabeça — decerto mal aconselhados — que se escreve por que.  «Por que é que umas baleias são maiores do que outras?» (Teresa Sofia Serafim, Público, 16.12.2019, p. 34). Felizmente, ao contrário de há dez ou quinze anos, agora há mais gramáticas em que se ensina a grafia correcta. «O advérbio interrogativo introduz uma frase interrogativa parcial direta (frase A) ou indireta (frase B), especificando a natureza da informação que se pretende obter: causa (porque / porquê), tempo (quando), modo (como), ou lugar (onde)» (Conhecer a Gramática, Clara Amorim, Catarina Sousa. Porto: Areal Editores, S. A., 2017, p. 168).

 

[Texto 12 485]

Helder Guégués às 08:45 | favorito
Etiquetas: ,