Prefixo «ciber»

Ainda há trabalho

 

      «Ciberbullying, cibersexo, ciberdiplomacia, ciberguerra, ciberfraude, ciberdefesa, cibercrime, ciberterrorismo, cibersegurança, ciberataque, ciberjogo, ciberguerra, [sic] são alguns dos muitos neologismos criados como resultado da transformação digital a que assistimos e que consiste em usar o prefixo “ciber” em inúmeros contextos» («O prefixo “ciber”», Pedro Veiga [Professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa], Público, 2.07.2018, p. 45).

      Assim é, e agora veja-se quantos estão nos dicionários gerais da língua. Bem, mas não apenas isso: e as definições? Deixa-me muitas dúvidas a definição de cibersexo no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: «(internet) situação em que o utilizador participa virtualmente em jogos sexuais com outro(s) utilizador(es)». Se for mera exibição do corpo, que componente de jogo há nisso?

 

[Texto 9536]

Helder Guégués às 13:13 | favorito
Etiquetas: ,