Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linguagista

«Razão por que»

Português de Oxford

 

  «É a razão porque
 em épocas de tensão e de crise também a “esquerda” gosta de
 se declarar “centro-esquerda”. Ali naquele lugar vazio fica mais protegida e menos responsável pelo que der e vier. Claro que esta brincadeira com as posições de cada um não tem um fim visível ou lógico. Nada impede uma criatura de se definir como da “extrema-esquerda da direita” ou como a “extrema-direita da esquerda”. A asneira é livre» («Posições», Vasco Pulido Valente, Público, 23.01.2016, p. 56).

      É isso mesmo, a asneira é livre. Eu bem queria saber a razão por que Vasco Pulido Valente escreve assim, quando já lhe disse que está errado. Talvez em Oxford se escreva desta forma.

 

[Texto 6559]