«Século de Ouro»

E, contudo, nada mudou

 

      «Este convento do Bairro das Letras — assim chamado porque por ali andaram Cervantes e outras grandes figuras da literatura do século de ouro espanhol, como os poetas e dramaturgos Lope de Vega e Calderón de la Barca — poderá vir a transformar-se num dos principais pontos turísticos de Madrid, acredita a presidente da câmara» («Localização do túmulo de Cervantes é já “mais do que uma hipótese”», Lucinda Canelas, Público, 18.03.2015, p. 30).

      E não se escreve sempre, acaso, Século de Ouro, com maiúsculas iniciais, por se tratar de um período histórico? É impressionante. São capazes de escrever «ex-Presidente do Haiti», mas quando é necessário usar a maiúscula, não o fazem.

 

[Texto 5667]

Helder Guégués às 15:21 | favorito
Etiquetas: ,