Sempre em inglês

Para os indígenas perceberem

 

   “Em 2014 emigraram 387 médicos e cerca de 1100 pediram o certificado à Ordem [documento para poderem exercer a profissão noutro país]”, contabilizou José Manuel Silva. Quando um médico pretende emigrar, necessita de um certificado para apresentar nas instituições, os chamados “good standing certificates”, cujos pedidos têm vindo a aumentar nos últimos anos. Este foi o ano mais expressivo quanto a essa realidade, adiantou» («Quase 400 médicos emigraram no ano passado e a Ordem está preocupada», Alexandra Campos, Público, 6.03.2015, p. 11).

    Ainda que, como é o caso, a conversa seja entre portugueses ou a emigração para Espanha, a designação é sempre em inglês.

 

[Texto 5635]

Helder Guégués às 09:10 | comentar | favorito
Etiquetas: