Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Shell shock»

Nervos desfeitos

 

      «A justiça militar inglesa, referida pelo capitão Raul Roque, foi de facto mais severa do que a portuguesa durante a I Guerra Mundial, com destaque para o ciclo inicial do conflito. Estima-se tenham sido executados 306 combatentes (outros 750 mil morreram em combate). Aqui, verificaram-se vários casos, incluindo acusações de “cobardia” que levaram à morte de 18 homens, numa altura em que o conceito de shell shock (“nervos desfeitos” pelo efeito da guerra, numa tradução à letra) não era tido em conta pelos superiores militares» («Quando a justiça militar mandou fuzilar o soldado João de Almeida», Luís Villalobos, «I Guerra Mundial»/Público, 3.09.2014, p. 7).

 

[Texto 5010]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.