Sobre os fusos horários

E os Minorquinos

 

      A 30 de Outubro, chega o horário de Inverno. Aqui ao lado, os Minorquinos (não é complexo de quem tem mais de 1,80 m, é mesmo o gentílico relativo à ilha espanhola no mar Mediterrâneo) serão os primeiros a verem o pôr-do-Sol. A 1 de Novembro, a ilha balear verá desaparecer a luz do Sol às 17h40, ao passo que no Oeste da península tal só acontecerá às 18h25. Isto tem alguma lógica? Claro que não, e por isso amanhã o Parlamento das Ilhas Baleares aprovará uma declaração institucional para que se mantenha o horário de Verão, idealizado em 1784 por Benjamin Franklin (1706-1790), antes de haver luz eléctrica. Não podia deixar de haver fusos horários? Ah, e a propósito: estão a ver a representação do mundo com os fusos horários? Já alguma vez pensaram na razão do nome? Isso mesmo: porque se assemelham ao fuso de fiar, ou a um gomo de laranja. Em castelhano é huso; em português, fuso; em francês, fuseau; em italiano, fuso. Os Ingleses não têm imaginação, e por isso dizem time zone; como tão-pouco a têm os Alemães, e por isso dizem o mesmo, mas à sua maneira, Zeitzone.

 

[Texto 7182]

Helder Guégués às 21:42 | favorito
Etiquetas: ,