Sobre «patrulheiro» e «arvorado»

Olhem que não

 

      «Para este reforço do policiamento de visibilidade, a Polícia de Segurança Pública vai ter no terreno patrulheiros, elementos do trânsito, das Equipas de Intervenção Rápida, das Equipas de Prevenção e Reação Imediata, da investigação criminal (à civil) e de fiscalização, além dos elementos da Unidade Especial de Polícia, como o Corpo de Intervenção e Cinotécnica, e pessoal policial que está atualmente nos serviços administrativos» («PSP reforça policiamento a partir de terça-feira no âmbito da operação “Festas Seguras”», TSF, 11.12.2017, 17h10).

      De patrulheiro, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora só diz que é o «indivíduo que patrulha», o que me parece escasso. Outro termo ligado às forças de segurança é arvorado, que aquele dicionário define como o «soldado raso que exerce provisoriamente atribuições de cabo». Ora, na PSP, por exemplo, e talvez até noutras forças desta natureza, há arvorados. Ou seja, a definição tem de ser mais genérica e não pode estar no domínio MILITAR.

 

[Texto 8463]

Helder Guégués às 08:54 | comentar | favorito