Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Sobre «sabugueiro»

A que poucos resistiam

 

 

      Sobre o sabugueiro, pode ler-se no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora que é a «planta lenhosa, da família das Loniceráceas, espontânea em Portugal, e também cultivada, de cujos caules se aproveita a abundante medula que se utiliza em técnica histológica para envolver as peças de que se pretendem fazer cortes, e em medicina». Muito bem, mas omite-se o seu uso mais relevante em Portugal: o das bagas, para alterar facilmente a cor dos vinhos ao gosto do cliente, e não seriam apenas os marteleiros que o faziam. Não por acaso foram proibidos pela poderosa Companhia Geral de Agricultura das Vinhas do Alto Douro. Agora, ao que parece, são um bom negócio.

 

[Texto 4381]

1 comentário

Comentar post