Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Como se pensa e escreve por aí

Se é alienígena, obedecem logo

 

      «A OMS, recorde-se, decidiu mudar o nome da doença para “mpox” para evitar conotações racistas. Os dois nomes podem ser usados em simultâneo durante um ano» («OMS regista mais 1696 casos e cinco mortes por “mpox”», Alexandra Inácio, Jornal de Notícias, 2.12.2022, p. 44).

      E nós, obedientes, cordatos, corremos logo a escrever dessa forma, não é, Alexandra Inácio? Isso não interessa! O que interessa é respeitar a nossa língua, não mostrarmo-nos cordeirinhos e acríticos.

 

[Texto 17 328]

O que se lê por aí

Liminarmente chumbado

 

      «Presidente eleito do Brasil, Lula da Silva, foi no domingo à noite submetido a uma leucoplasia, um procedimento cirúrgico para retirar uma lesão na laringe, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo» («Lula operado a lesão na laringe», D. G. S., Correio da Manhã, 22.11.2022, p. 27). Com que então, D. G. S., a leucoplasia é um procedimento cirúrgico... Anda a tresler. A leucoplasia é o mal, não a cura: são manchas ou lesões espessas e brancas que surgem na boca. Mais cuidado a ler e a escrever.

 

[Texto 17 288]