Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «amendoim-acácia | tipuana»

Tem visos de ser verdade

 

      «Viemos à procura das oito tipuanas que aqui vivem e perante a visão destas assombrosas árvores, que têm mais de 140 anos e cerca de 24 metros de altura, somos por breves momentos transportados para o outro hemisfério, para as margens do rio Tipuani na Bolívia, onde nasceram e receberam o nome de Tipuana tipu. No Brasil são conhecidas como amendoim-acácia e foi daí que vieram no século XVIII, para ornamentar os jardins da capital do império, onde ainda existem cerca de 1900 exemplares, alguns deles classificados de interesse público» («As árvores e a cidade», Ana Soromenho, «Revista E»/Expresso, 20.05.2022, p. 36).

      Amendoim-acácia não está nos nossos dicionários. Quanto à etimologia de tipuana, a ser certa, desmente o que os nossos dicionários afirmam.

 

[Texto 16 554]

Léxico: «figueira-estranguladora | washingtónia»

Em Lisboa

 

      «Um esquilo esgueira-se por uma tipuana acima no Jardim Botânico Tropical, cinco hectares de quietude e flora intensa a três minutos da algazarra do Mosteiro dos Jerónimos ou da Fábrica de Pastéis de Belém. Muitos dos que agora sobem pela alameda de palmeiras Washingtonias, aos pares, levam sacos de papel com a marca das natas tradicionais que hão de abrir mais adiante, num banco como este, com vista para as raízes centenárias de uma Ficus macrophylla, vulgo figueira-estranguladora, uns 40 metros de largura na copa maciça e múltiplos troncos que hipnotizam Anne-Linde e Gillian, duas estudantes de Amesterdão de férias em Lisboa» («Jardins quase secretos de Lisboa», Maria João Guardão, Diário de Notícias, 7.05.2016, 14h01). Apontai aí: figueira-estranguladora e washingtónia.

 

[Texto 16 553]