Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Uma espécie de latim

Só que não é

 

      «Temos portanto que as barreiras para uma vitória democrata são mais altas do que antes e do que se costuma imaginar. A Joe Biden não basta estar à frente nas sondagens (Hillary Clinton também esteve), nem ter mais votos (idem), nem sequer ter muito mais votos (ibidem)» («E se ninguém ganhar as eleições nos Estados Unidos?», Rui Tavares, Público, 26.08.2020, p. 40).

      Para Rui Tavares, é como se idem e ibidem fossem sinónimos. Nada mais errado. E o itálico, estão a poupá-lo? Já teria uma pista a pertença destes dois termos a classes gramaticais diferentes, mas isso era se quem escreve consultasse dicionários e gramáticas.

 

[Texto 13 877]

«Pacta sunt servanda»

Ainda o latim

 

      Para não haver divergências na interpretação, o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, disse-o em latim: «Pacta sunt servanda». É um antigo adágio jurídico que significa «os pactos são para cumprir». Ouvi a notícia ontem num qualquer canal, e o pivô não disse, se é que sabia, o que significa. Talvez provenha de uma obra ulpiniana, mas eu já nem quero que este adjectivo vá para os dicionários, isso já seria sonhar, mas, agora que tem o Dicionário de Locuções Latinas e Expressões Estrangeiras, a Porto Editora deve recolhê-lo. Que sirva, pelo menos, para os jornalistas saberem.

 

[Texto 13 564]