23
Jun 20

Plural dos apelidos, mais uma vez

É só contar

 

      «Balsemão abdicam de 71 mil euros», titula hoje o Correio da Manhã. O que estará errado, o sujeito ou a pessoa verbal? Vamos à notícia: «O ‘chairman’ da Impresa (dona da SIC), Francisco Pinto Balsemão, e o presidente executivo, Francisco Pedro Balsemão, renunciaram ontem em assembleia-geral ao recebimento de bónus referentes ao ano de 2019, no total de 71 400 euros» (Correio da Manhã, 23.06.2020, p. 40). Vejamos se ainda sei fazer contas: Balsemão + Balsemão = Balsemãos. Não há dúvida: dois ou dois mil, é Balsemãos. Os apelidos têm, evidentemente, plural.

 

[Texto 13 605]

Helder Guégués às 13:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
02
Jun 20

Sobre «social-democrata»

Ipsis verbis

 

      «Contas da Câmara de Gaia não convencem sociais-democratas» (Jornal de Notícias, 30.05.2020, p. 24). Para o substantivo, é o único plural correcto, já o tenho dito. Cito a frase acima apenas para contar a traços largos um caso recente: era uma tradução, e a tradutora optara por escrever «os social-democráticos». À minha argumentação (por vezes precisamos, não apenas de os corrigir, mas de argumentar longamente), recebi este epítome de subserviência e ignorância: «Consultado o Editor, decidiu-se que ficaria o que é considerado correcto pelas figuras gradas da nossa gramática, e não o “que mais se usa”.» Se o explicasse mais três vezes, não seria menos em vão.

 

[Texto 13 477]

Helder Guégués às 08:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
01
Jun 20

Plural: «democrata-cristão»

Pelas mesmas razões

 

      «Também o CDS se mostrou indisponível. Numa nota enviada às redações, os democratas-cristãos deixam claro que vão “falar com o Governo e não com quem o Governo fala”» («BE, PCP e CDS recusam negociar com “paraministro”», João Vasconcelos e Sousa, Jornal de Notícias, 31.05.2020, p. 9).

      Porto Editora, se em social-democrata passaste, por sugestão minha, a indicar os plurais, deves, por igualdade de razões, fazer o mesmo em relação a democrata-cristão.

 

[Texto 13 471]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Plural: «bem-te-vi»

É para estes casos

 

      «O texto com a visão otimista sobre a doença e a nova forma de viver a vida viralizou. Dimenstein desceu do trem de alta velocidade de onde via uma linda paisagem borrada para escutar bem-te-vis e curtir o neto» («Morre aos 63 o jornalista e escritor Gilberto Dimensteine em SP», Carolina Linhares, Folha de S. Paulo, 30.05.2020, p. A12).

      Se os dicionários não indicarem o plural destes vocábulos compostos, mais complexos pela sua formação, então que outros plurais interessa indicar, não me dizem?

 

[Texto 13 467]

Helder Guégués às 08:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
26
Mai 20

Plural: «transístor»

O mesmo para este

 

      «Elvira Fortunato diz que ainda tem um longo caminho a percorrer antes de poder pensar em ganhar o mais cobiçado prémio científico, pelo seu trabalho na criação de transístores de última geração» («Possível Nobel da Física portuguesa diz que prémio é “uma miragem”», Pedro Mesquita e Filipe d’Avillez, Rádio Renascença, 20.05.2020, 22h52).

      Porto Editora, apetecia-me algo. Apetecia-me que no verbete transístor se indicasse o plural. Como deves compreender, não é para qualquer falante acertar neste plural.

 

[Texto 13 426]

Helder Guégués às 08:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Plural: «pólen»

Atchim, santinho

 

      «Depois de muita chuva e do confinamento obrigatório, a primavera segue com níveis elevados de concentração de pólenes. Preocupados, investigadores da Universidade de Évora, em parceria com outras instituições, criaram o “Pólen Alert”» («“Atchim, santinho”. Alérgicos ao pólen com plataforma de informação polínica», Rosário Silva, Rádio Renascença, 22.05.2020, 20h33).

      Porto Editora, apetecia-me algo. Apetecia-me que no verbete pólen se indicasse o plural. Como deves compreender, não é para qualquer falante acertar neste plural.

 

[Texto 13 425]

Helder Guégués às 08:30 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
02
Mai 20

Duplo plural de «hortelão»

Seria o trabalho completo

 

      «Não é a primeira vez que a comunidade de hortelões das Hortas Urbanas de Setúbal promove uma iniciativa desta natureza. No último Natal, todos juntos, realizaram uma campanha que terminou com a entrega, aos mais necessitados, de mais de 40 quilos de bens hortícolas» («Hortelões de Setúbal lançam campanha solidária», Rosário Silva, Rádio Renascença, 29.04.2020, 14h11).

      Agradecemos, como não, que o dicionário da Porto Editora registe no verbete hortelão o seu feminino, «horteloa», mas ainda agradeceríamos mais se registasse o duplo plural, «hortelãos / hortelões».

 

[Texto 13 265]

Helder Guégués às 08:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
29
Abr 20

O plural — uma dificuldade portuguesa

Basta pensar

 

      «Todos sabem que há seis milhões de fiéis bahá’i no mundo — três mil dos quais em Portugal — e que o atleta olímpico Nelson Évora é um deles» («Liberdade religiosa e o bom senso católico», Bárbara Reis, Público, 17.04.2020, p. 24). Não, não, Bárbara Reis. Antes assim (mas falta o acento): «Para os baha’is, a verdade religiosa não é absoluta, mas relativa, a revelação divina se realiza de maneira contínua e progressiva» (Crenças, Seitas e Símbolos Religiosos, Humberto Porto. Lisboa: Edições Paulinas, 1983, p. 61).

      Bárbara Reis, também escreve «milhões de fiéis cristão»? Ora aí tem. Não tem de quê.

 

[Texto 13 250]

Helder Guégués às 10:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,