Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Como se escreve por aí

Das mais desvairadas maneiras

 

      «Fim das portagens nas ex-SCUT discutido no Parlamento. Desfecho é incógnita» (Diário de Notícias, 2.05.2024, p. 9). «Condutores já pouparam 229,6 milhões nas ex-scut» (Salomé Filipe, Jornal de Notícias, 2.05.2024, p. 10). «Abolição de portagens nas ex-Scut divide deputados do PSD. Direção da bancada impõe disciplina de voto» (Susana Madureira Martins, Rádio Renascença, 2.05.2024, 14h44). Até tenho receio de ver uma quarta forma, não me cause pesadelos.

 

 

[Texto 19 735]

Como se escreve por aí

Isto também parece mentira

 

      Passados quatro dias, ainda lá está. Ninguém lê nem relê, ao que parece. «António Lima Coelho traz ainda à coação o caso da morte do agente da PSP Fábio Guerra, agredido à porta de uma discoteca, para sublinhar as palavras do almirante Henrique Gouveia e Melo, chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA), que fez duras críticas, na altura, aos fuzileiros condenados pelas agressões» («Enviar jovens delinquentes para a tropa é “ideia peregrina e sem sentido”, dizem sargentos», Marisa Gonçalves, Rádio Renascença, 30.04.2024, 1h11).

 

[Texto 19 712]