Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «naufragador»

As palavras de que precisamos

 

      O inglês shipwrecker deve ter o mesmo estatuto do nosso naufragador — pouco usado, não reconhecido nem dicionarizado. E, contudo, em casos contados, faz(em) falta. Foi com um desses casos que deparei: no original, francês, lia-se naufrageur e, por razões que não vêm agora ao caso, tive de optar por «naufragador». O Dicionário de Francês-Português da Porto Editora vai logo pelo mau caminho de propor para o termo a tradução (a propender mais, como em tantos casos, para a definição) «(saqueador) provocador de naufrágios». Não são necessariamente a mesma coisa — no texto da minha tradução não é mesmo nada disso. Não há ali nenhuma ideia de saque por detrás, somente um navio que abalroa, deliberadamente, outro.

 

[Texto 15 369]

 

Salvini sem salvação

Tanta esperteza, e depois isto

 

      «Quem esteve presente este domingo no palco do congresso foi Matteo Salvini, líder do partido da extrema-direita italiana Liga e ex-vice-primeiro-ministro, que subiu ao palco para manifestar o desejo de o partido de André Ventura vir a ser governo, sendo o “primeiro” partido em Portugal. Quando tentou falar em português, contudo, Salvini pediu que o Chega fosse “a primeira festa” e não o “primeiro partido”, confundindo a palavra inglesa ‘party’ que tem o duplo significado» («Salvini (esperado) e partido de Netanyahu (surpresa) foram apoiar Ventura. PSD cancelou e IL também mudou de ideias (sem explicar porquê)», Rita Dinis, Expresso, 30.05.2021, 19h27).

 

[Texto 15 173]