«Tampa deslizante»

Deslize, deslizante

 

      «A HMD, dona da marca Nokia, deu no domingo mais um passo na recuperação de um dos ícones da marca, ao relançar o modelo 8110, aquele da capa deslizante utilizado por Neo para tentar fugir do agente Smith» («O regresso do telemóvel do filme Matrix, agora apelidado de banana phone», Jorge Garcia, TSF, 26.02.2018, 18h59).

      Bonito telemóvel, sim senhor, já aqui têm um cliente (para oferecer). E a autonomia? Agora vai ter algumas aplicações. Não me parece é que tenha «capa deslizante», mas «tampa deslizante». Há-de ser má tradução de sliding cover, mas cover não é só «cobertura», mas também «tampa», «tampo», etc.

 

[Texto 8814]

Helder Guégués às 23:41 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,