Todas as cores

E mais 279

 

      «Imagine uma ave esguia, cor cinzento-rato, do tamanho de um estorninho, que passa a maior parte da sua vida em mar aberto» (O Fim do Fim da Terra, Jonathan Franzen. Tradução de Francisco Agarez. Alfragide: Publicações Dom Quixote, 2018, p. 151). ‎

      Na semana passada, fui comprar barras de pastel seco a uma loja de materiais para belas-artes. Só da marca que comprei, havia 280 cores diferentes. Pus-me a ler (sabendo bem que há milhares de cores diferentes) o nome de cerca de trinta. Uma delas era cinzento-rato, gris arratonado.

 

[Texto 12 303]

Helder Guégués às 09:30 | comentar | favorito
Etiquetas: ,