Toga e beca, de novo

Mais confusões

 

      Estamos na Inglaterra. Aqui está o juiz, «in wig and gown» — «com peruca e toga», verteu o tradutor. Corrijo: «com peruca e beca». Há, já o afirmei há anos, confusão entre as duas, e os dicionários dão uma ajudinha. Vejamos o que se passa com o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Toga, para este dicionário, é a «vestimenta geralmente preta, semelhante a um vestido longo e usada por professores universitários, magistrados e advogados em determinadas ocasiões formais». Beca, segundo o mesmo dicionário, é a «veste talar preta usada por magistrados judiciais no exercício das suas funções ou nas solenidades em que tenham de participar». Em Portugal, a toga é a veste talar dos advogados, dos solicitadores e dos docentes universitários; a beca é a veste talar dos magistrados. É verdade, e isso está estudado, que houve quase uma fusão, mas isso foi obra dos alfaiates, não dos conceitos nem das palavras. Corrija-se.

 

[Texto 8960]

Helder Guégués às 11:55 | favorito