Tradução: «autogéré»

Vagamente

 

 

      «O antigo aeroporto berlinense de Tempelhof, símbolo da Guerra Fria, é um vasto espaço verde no centro de uma batalha entre promotores de um projeto de construção e opositores ligados ao espírito libertário e autossuficiente do local. É um espaço imenso e quase vazio no meio da cidade de 3,4 milhões de habitantes. Com os seus 300 hectares, é um pouco menor do que o Central Parque de Nova Iorque, mas quase dez vezes mais do que La Villette, o maior dos parques parisienses» («Aeroporto de Tempelhof mantém-se lugar de lazer», Eloi Rouyer, Diário de Notícias, 12.06.2014, p. 23).

      Um local «autossuficiente»? Hum... Será mesmo a melhor tradução de autogéré, que é o que se lê no original? Ou a pior?

 

[Texto 4708]

Helder Guégués às 07:46 | favorito
Etiquetas: