Tradução: «disciplinary panel»

Não tem nada que saber

 

 

      «“A minha mãe não quis dar sequência às acusações criminais, apesar de [existirem] indícios de causa provável pelo estado do Connecticut – por causa, nas palavras do procurador, da fragilidade da ‘criança vítima’”, lê-se na carta. A expressão “causa provável” fora proferida pelo promotor público Frank Maco, que seria depois admoestado por um painel disciplinar» («Dylan Farrow escreve sobre o alegado abuso sexual cometido por Woody Allen», Joana Amaral Cardoso, Público, 3.02.2014, p. 27).

     Cada vez é mais fácil traduzir. Não tem nada que saber: disciplinary panel é «painel disciplinar»; planting abuse é «plantar falsas acusações»; o clip das armas é «clipe», etc. Para os casos mais bicudos, como leading man, há uma solução inteligentíssima: fica igual!

 

[Texto 3972]

Helder Guégués às 21:04 | favorito
Etiquetas: