Tradução: «gaucherie»

Não era fatal

 

 

   «Queria ser o mais generoso para mostrar que era o que tinha mais respeito, e esse era o motivo por que entregara o sobrescrito pessoalmente a Don Corleone, uma gafe que este perdoava por meio da sua própria enternecida frase de agradecimento» (O Padrinho, Mario Puzo. Tradução de Mário V. Soares. Lisboa: Bertrand Editora, s/d, p. 32).

      Tinha de sair qualquer coisa vagamente francesa, até porque no original está gaucherie... Não há menos de meia dúzia de melhores formas de traduzir a palavra. Mas enfim, sempre podia ser pior, até porque o envelope foi vertido para «sobrescrito».

 

 [Texto 4007]

Helder Guégués às 10:18 | favorito
Etiquetas: