Tradução: «humph»

Continuemos a ouvir

 

 

      «Reprimi uma risada; nunca tinha ouvido ninguém exclamar “humph!” na vida real. Era uma palavra que só lera em livros de histórias enquanto tentava melhorar o meu inglês» (Uma Casa de Família, Natasha Solomons. Tradução de Elsa T.  S. Vieira. Alfragide: Edições Asa II, 2013, p. 77).

      «Used to express slightly scornful doubt or dissatisfaction», sim, mas em inglês. Este, a par de outros mais graves, é um dos aspectos mais descurados nas traduções, e, já o tenho afirmado, nos dicionários. O humph inglês tem correspondência no nosso hum proferido de certa maneira — num tom ligeiramente desdenhoso. Decerto que não há aí ninguém incapaz de o perceber e usar. Subsistiria, bem vejo, um problema: a personagem afirma que só lera a palavra em livros de histórias, o que não seria, na tradução, verosímil com a nossa interjeição «hum». Ora, em traduções feitas no Brasil, já vi várias vezes aquele humph transformar-se em hunf. É uma solução, que pode, até, vir a ter consagração lexicográfica, pois não há um catálogo fechado de interjeições.

 

[Texto 4369]

Helder Guégués às 21:33 | comentar | favorito