Tradução: «salt marsh»

Marinha? Salina? Hum...

 

      «A nossa rua, Summit Avenue, ficava, a nordeste da cidade, no cimo da colina local, uma elevação tão alta como qualquer outra de uma cidade portuária, que raramente sobe trinta metros acima do nível da marinha da maré, e a baía funda para leste do aeroporto que curva à volta dos tanques de petróleo da península de Bayonne, onde se junta à baá de Nova Iorque para passar pela Estátua da Liberdade e lançar-se no Atlântico» (A Conspiração contra a América, Philip Roth. Tradução de Fernanda Pinto Rodrigues. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2005, p. 12).

      A pergunta é: o que significa «marinha da maré»? Alguém sabe? No original, está «above the level of the tidal salt marsh». Se se traduzir salt marsh por «marisma», que é o terreno alagadiço à beira-mar, que tem, portanto, marés, seria então «acima do nível da maré da marisma». Como o traduziram os nossos amigos Espanhóis? Assim: «treinta metros por encima de las salinas» (tradução de Jordi Fibla Feito). Em qualquer caso, se o tradutor não estranhou, o revisor tinha de estranhar.

 

[Texto 10 928]

Helder Guégués às 19:40 | favorito
Etiquetas: ,