«Tratar-se de», mais uma triste vez

Voltemos ao básico

 

      «Fonte oficial da PSP disse ao semanário ‘Sol’ que na origem do problema esteve uma correção errada feita à prova escrita. Tratam-se de testes (conhecimentos profissionais e cultura geral), corrigidos informaticamente, com recurso a chaves introduzidas pela PSP. Durante esse processo, adianta a mesma fonte, terá ocorrido um erro» («Erros no curso de chefes da PSP», Miguel Curado, Correio da Manhã, 3.06.2018, p. 14).

      Tanta espertalhice, mas com a gramática elementar é que não atinam. Miguel Curado, tratar-se é um verbo defectivo e impessoal, pelo que se usa sempre na 3.ª pessoa do singular. Percebe? «Trata-se de testes».

 

[Texto 9333]

Helder Guégués às 11:03 | favorito
Etiquetas: ,