«Tratata»?

E ele calado

 

      Não é blá-blá-blá, que é conversa inútil, sem grande conteúdo, e as do autor eram úteis e substanciosas; mas é igualmente onomatopeica e coloquial. Tralalá não, que são (?) as nádegas e uma espécie de vocalizo (mas consoante). Nem trololó, que é música ligeira e fácil. «Tratata»? Não conhecia. «Eu tratata, tratata, os comunistas para aqui, os comunistas para ali, e ele calado.»

 

[Texto 5672]

Helder Guégués às 22:28 | comentar | favorito
Etiquetas: ,