Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Travessa da Palha

Vulgo

 

 

   «E, como o negócio já teve melhores dias, também se vendem carimbos e tiram fotocópias. “Fomos introduzindo outros artigos, uma pessoa tem de inovar”, explica Margarida. Foi o avô do seu marido que inaugurou o espaço em 1883. António Cardoso, o fundador, trabalhou como alfaiate em São Pedro do Sul e resolveu migrar para a capital. Abriu a Alfaiataria A. Cardoso na Travessa da Palha, como então se chamava a Rua dos Correeiros» («Abramovich comprou aqui bandeiras da Rússia», Céu Neves, Diário de Notícias, 7.08.2014, p. 16).

      Era mesmo o antigo nome da Rua dos Correeiros? Não me parece. Se o topónimo foi oficializado por portaria pombalina de Novembro de 1760, em 1883 não se chamava Travessa da Palha. «Rua dos Correeiros (vulgo Travessa da Palha)», é como escreveu o olisipógrafo Norberto Araújo. Daqui a uma hora, vou passar ali pela Rotunda Dr. Pedro Monjardino, vulgo Rotunda da Guia. O que dirão os jornalistas do fim do século XXI — que o antigo nome era Rotunda da Guia?

 

[Texto 4910]

2 comentários

Comentar post