«Um cálice de porto»

978-972-20-4805-7

 

 

      «Depois disso, passar mais meia hora em redor de um cálice de Porto [port] seria verdadeiramente insuportável.» Pois talvez, mas aqui é com minúscula — ocorre a chamada derivação imprópria, como sucedeu com largas dezenas de outros vocábulos. Tradutora e revisora nunca tinham pensado nisto. Nem visto.

 

[Texto 4467]

Helder Guégués às 09:44 | comentar | favorito
Etiquetas: ,